BSOP - o resultado

É isso. Depois de dois dias, horas e mais horas de (poucos) outplays e (muitos) suckouts de minha parte, terminei em 23º de 115 inscritos no BSOP.

Ao mesmo tempo que considero uma grande vitória, pois não esperava me classificar tão bem, foi frustrante chegar tão perto do money, pois os 12 primeiros premiavam. Segue a mão que 'selou meu destino' no torneio:

Blinds 1000/2000 com antes 200, última mão antes do break e novo nível de blinds. Average de fichas era 50k, eu tinha aproximadamente 55k e era o big blind. A mesa roda em fold até o George El-Khoury, chip leader da mesa com 150k, que anuncia raise de 10k total; fold até o cutoff - este já havia dado 2 reraises em raises preflop, num deles mostrando KQs - que anuncia reraise para 20k total. Este possuía pouco mais fichas que eu, por volta de 60k.

Dealer e SB foldam, vejo QQ na minha mão e um pot de quase 35k na minha frente. Pensei: 'George deve ter middle pair e o outro cara pode ter qualquer coisa, provavelmente dois overcards tipo AJ e tentou um reraise steal defendido pelo rank das cartas. O pot já está excelente e estou perdendo apenas para KK e AA, e não vejo isso na mão de nenhum deles. Um raise all-in deve me isolar com o reraiser, fazendo o George foldar o middle pair dele'

Anunciei, então, re-reraise all in de pouco mais de 55k em fichas. George pensou um pouco e declarou: 'eu vou pagar'; o reraiser original (não lembro o nome dele) anunciou seu all-in, que era o call do meu mais 5k em fichas, imediatamente pago pelo George.

Viramos as cartas: tinha lido corretamente o George, que tinha um TT, mas fiquei negativamente surpreso quando o reraiser me mostrou KK. George, estreladíssimo, trincou o T já no flop e embolsou o mega pot de aproximadamente 180k, tornando-se chip leader isolado do torneio. Depois soube que ele ganhou o BSOP: parabéns, cara!

Minha dúvida até agora é se deveria mesmo ter me metido nesta briga com o chip leader para tentar ficar entre os líderes, ou aproveitado minha razoavelmente confortável posição no average, foldar o QQ e esperar outra oportunidade menos arriscada. Ainda não sei a resposta para este enigma, mas acho que joguei corretamente e não me arrependo do que fiz; antes morrer brigando do que sumir no bubble.

Além disso, foi uma ótima experiência: reencontrei alguns amigos do circuito paulista que não via desde Janeiro e pude jogar com alguns dos melhores do Brasil, como CK, Akkari, Léo Bello, Brasa, entre muitos outros que jogaram o fino neste final de semana.

Sábado tem outra etapa do Carioca, estarei lá com certeza! Uma hora bate... =)